Confira as nossas newsletters Galeria de vídeos

Cotação

0 items

Busca no site

Notícias

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Windows Defender ficou melhor depois da última atualização

Um novo mecanismo impede que qualquer aplicativo altere as configurações do antivírus

O Windows Defender é uma solução de segurança gratuita e completa, que já vem incluída no sistema operacional da Microsoft. Além dessa instalação nativa, também existe uma extensão para o navegador Chrome. Com a chegada da atualização de maio de 2019 para o Windows, o Defender ganhou um recurso adicional, que promete aumentar sua robustez: a chamada "Proteção contra alterações" ou proteção contra adulteração. Essa função impede que aplicativos maliciosos alterem configurações importantes do antivírus.

A atualização veio para evitar a ação de alguns malwares que tentam desativar a proteção, em tempo real ou não, na nuvem do Windows Defender. Esse upgrade impede que qualquer aplicativo altere as configurações do antivírus.

O recurso está disponível apenas no Windows 10 1903 ou versões posteriores. Por padrão, o Defender já deve estar ativo em seu computador, mas, caso você receba uma mensagem de aviso, talvez seja necessário ativá-lo manualmente.
Como ativar a proteção contra alterações no Windows Defender

Pressione a tecla Windows e, no campo de pesquisa, digite "Segurança do Windows". Selecione o primeiro resultado e, em seguida, escolha a opção "Proteção antivírus e anti-ameaça":

Caso a opção não esteja ativa, você verá uma mensagem de aviso e um botão para ativá-la logo abaixo. Também é possível ver as configurações em "Gerenciar configurações":

Ativando o recurso, o serviço do Windows Defender não poderá ser desativado. A proteção contra alterações bloqueará qualquer tentativa de alterar a configuração do antivírus. Você só pode desativá-lo nas configurações de segurança, caso seja registrado como administrador no dispositivo.

Fonte: OLHAR DIGITAL

Voltar